Arquivo da categoria: Jogos

Cuidando do Legado


Olá pessoal, long time no see, eh?

Pois bem, já tem um tempinho que não escrevo, mas estou tentando arrumar coragem pra mudar isso. Graças a isso, é bem provavel que, em breve, vocês tenha pelo menos 2 posts semanais para apreciar (minions, time to work).

Bom, vamos agora falar de um jogo que adquiri há pouco tempo mas que há muito me chamava atenção pela sua estrutura. Seu nome? Rogue Legacy.

OOOOOOHH MY GOOOOOOD

OOOOOOHH MY GOOOOOOD

Leia o resto deste post

Anúncios

Coisas do Kickstarter


Tem uma galera que já conhece o Kickstarter pelos incríveis jogos que aparecem por lá. Mas pouca gente realmente acompanha o mesmo para ver o que de interessante realmente podemos encontrar.

Estava eu, ontem, vagando pelo mesmo quando me deparei com o seguinte jogo:

Sim, meus caros, este é TUG.

TUG é um sandbox de fantasia gerado de forma procedural. Pense em um Minecraft com uma qualidade visual fantástica, aliado à um gameplay polido e à um multiplayer cooperativo constante. Esse é TUG.

TUG não é só um jogo, é uma verdadeira experiência. Acompanhando os vídeos da produção, que podem ser vistos aqui NerdKingdomOfficial, vemos o nível da equipe de produção e todos os grandes planos que eles tem para com esse jogo.

Bom, seja lá o que for que eu vá falar, não vai fazer jus ao jogo. Então, caso queiram se informar mais ( ou caso queiram ajudar na produção com aquela sua simbólica participação monetária, garantindo, de quebra, uma cópia para você), vale visitar a página do jogo no Kickstarter, http://www.kickstarter.com/projects/nerdkingdom/tug-1  ou na página oficial da equipe de produção, http://nerdkingdom.com/  .

TUG tem previsão de lançamento para janeiro de 2015 e irá custar $40 no dia do lançamento.


Só para lembrar, o funding do TUG encerra daqui a 5 horas. Então, se quiser garantir sua cópia do mesmo, é só separar aqueles 10 obamas que você tem na conta e visitar a página do jogo no kickstarter. Vejo vocês lá o/

E depois de um longo inverno…


… Enfim resolvi aparecer. Honestamente? Eu sempre gostei de escrever aqui e isso não mudou. – O problema é que, infelizmente, sou preguiçoso demais. Some isso ao meu perfeccionismo e você terá um cara que quer fazer as coisas, mas morre de preguiça e, ao querer que o que há para fazer saia perfeito, acaba por acrescentar apoio ao seu lado preguiçoso. Sim, este sou eu… Mas, estou aqui de novo (pra quem eu já não sei… kkk).

Muito bem, depois de passar esse longo período sem postar nada, resolvi que estava na hora de voltar à escrever algo (acreditem, isso faz bem à minha sanidade), até por que preciso manter minha produção escrita sempre em atividade. Graças a isso, talvez (talvez mesmo…) vocês tenham algo pra ler pelo menos uma vez por semana. – Lembrando que estou sendo otimista. – Mas enfim, vamos ao que interessa.

No inicio do ano, adquiri (enfim) um PS3 (cheers). Por esse motivo, estarei aposentando a seção Madrugada no PC por outra envolvendo Games no geral (só ainda não pensei em um nome). – Para estrear essa nova seção, por enquanto sem nome, falarei hoje sobre um dos jogos que adquiri recentemente e que tenho jogado praticamente sem parar (divido meu tempo entre ele, FullMetal Alchemist Brotherhood – que terá um post – , minha namorada e o trabalho). Seu nome? Red Dead Redemption.

A capinha desse jogo fabuloso

Leia o resto deste post

Jogos Multiplayer N64


Vamos lá, colocando o Trocando Bits pra funcionar.
Se você tem aí por volta dos 20 anos você tinha ou um Nintendo 64 ou um Playstation, certo? Talvez até os 2. Eu meio que nunca gostei de Playstation, sou mais nintendista e bem, era bastante divertido chamar alguns amigos e passar a tarde jogando vídeo-game e aqui vão alguns deles:

  • Super Smash Bros

Sim, manolos. A série de jogos que coloca vários heróis para degladiarem entre si iniciou no Nintendo 64 e proporcionou muita, mas muita diversão. Era a primeira vez que víamos ali Mario, Samus, Captain Falcon, Fox McCloud se esmurrando buscando a vitória, obtida quando todos os outros personagens eram arremessados do cenário. Além de ter um modo single player onde você luta contra todos os personagens e no final se depara com a Master Hand, o “chefão”. A base para um dos maiores sucessos do Nintendo wii.

Aqui a propaganda do jogo para o Nintendo 64:

  • Pokémon Stadium 1 e 2

Provavelmente você, amigo leitor, já fez 3 coisas: quis dar uma kame-hame-ha, comprou uma dezena de cartas de yu-gi-oh e brincou ou de duelo ou de “bafo”, e quis ter pokemons para batalhar. E isso era o que Pokémon Stadium fazia. Te colocava em batalhas Pokémon. E com a vantagem (ou não) de não precisar começar uma jornada antes disso, você próprio escolhia os pokémons que iria usar. No primeiro Pokemon Stadium havia somente os  pokemons da primeira geração ( a melhor) e no segundo tinha a primeira e a segunda geração. Além do modo de batalha com os amigos, havia também uma conexão com game boy e um modo onde você enfrenta vários lideres de ginásios e a elite dos 4 e vários minigames.

  • Bomberman 64

Clássico. Se nunca jogaram Bomberman( o que eu duvido), joguem, na internet não falta bomberman multiplayer, que era a melhor parte do jogo. Além do modo história, o pequeno robô que usa bombas para destruir obstáculos as usa também para destruir seus adversários em um modo multiplayer para até 4 jogadores onde o único objetivo é sobreviver.

É isso é tudo por hoje. Até o próximo post. TrocandoBits colocando as engrenagens para funcionar, trazendo algo interessante pra você.

Origem Heroica: Fox McCloud


E aê, meu nome é Ricardo, e eu fui “convidado” para escrever aqui nesse humilde blog pra não ficar um espaço de tempo tão grande entre  um post e outro,  já que o querido dono tem outras coisas pra fazer também.
Então… após essa introdução, quantos de vocês leitores já não quiseram se colocar no lugar de um personagem de jogo? Acho que todo mundo né, e é essa a sensação que dá quando você o joga, mas não só isso, acaba se interessando pelo enredo e digamos até pela “vida” que cada personagem tem, tinha e terá após aquele jogo. E é assim que eu vou começar escrevendo aqui, sobre o surgimento de nossos heróis e o primeiro será : Fox McCloud (Contem Spoilers)

Leia o resto deste post

Madrugada no PC – Quando jogar se torna um desafio


E aew pessoal, boa noite a todos. Espero que estejam todos acomodados, pq eu acho que esse será um post interessante.

Enquanto passo os meus dias dividido entre a facul e a namorada, as vezes encontro umas horas pra encaixar alguns jogos e/ou outras atividades curtas no meu dia. Numa dessas “escapadas”, com jogos, pra relaxar, acabei encontrando um jogo bastante interessante e muuito divertido. Seu nome? Dead Rising 2.

Leia o resto deste post