Animes e Afins – Rebeldes, Anjos e uma Pulsação


Ola pessoal. To aparecendo por aqui de novo. Kkk. – Então, estive pensando bastante no que escrever… sabe como é, não quero escrever por escrever, só pra ter algo no blog. Quero escrever algo interessante, que seja agradável de ler. Não sou do tipo que vende o que não compra… ou seja, não quero deixar o blog com um conteúdo vazio. Então vou diminuir um pouco a frequência das postagens para dar mair qualidade a cada um dos textos.

Com isso na cabeça, venho passado esses dois últimos dias escrevendo sobre um anime muito interessante que acabou em minhas mãos por puro acaso. Na época, estava assistindo Highschool of The Dead (farei um post sobre esse anime em breve), mas não estava com todos os episódios. Um amigo meu tinha os que faltavam para que eu terminasse de assistir e me passou… acabou passando, por acidente, esse outro anime. Seu nome? Angel Beats.

 

 

Imagine-se acordando em um lugar estranho. Nada lhe é familiar… exceto o fato de você reconhecer o lugar como uma escola, embora não saiba q escola é essa. É assim que o protagonista do anime, Otonashi, encontra o novo mundo, palco da historia. O mundo onde Otonashi acorda é uma especie de purgatorio, existente entre o Céu e a Terra. Um lugar em que os jovens que não puderam ter uma vida feliz vão para esquecer de toda a dor e se preparar para reencarnar.

Para todos os efeitos, esse novo mundo não é de todo ruim… mas o que Yuri, a primeira pessoa que Otonashi encontra nesse mundo, o mostra, muda essa perspectiva completamente. Yuri é líder de uma organização (Sensen Shinda Sekai, SSS – O nome é alterado diversas vezes durante o anime), cujo o objetivo é ir contra a vontade de Deus, já que este os colocou nesse lugar. Basicamente, para cumprir tal objetivo, eles fazem tudo o que for possível para não seguir o mesmo padrão dos outros alunos do colégio já que, quem o segue, acaba por desaparecer.

A SSS possui como único inimigo uma garota, conhecida como Anjo, que possui o objetivo de manter a ordem no colégio, ocasionando eventualmente, o desaparecimento dos alunos. Ela não é uma pessoa comum, como os integrantes da SSS. Por ter o objetivo que tem, ela tem que contar com uma “força adicional”, e é o que tem guardado na manga. O Anjo possui diversos poderes, como super força, velocidade, alem de contar com o poder de criar laminas nos braços, que podem ser utilizadas como armas… percebe-se que não é um adversário que seja interessante se ter.

Resumidamente, o foco da narrativa é esse: Seguindo a vida de Otonashi desde o momento em que acordou, passando por sua participação na SSS e por sua busca por uma forma de sair dali.

Saindo da historia, posso dizer que, sem duvida, o anime foi belamente construído. O traço dos personagens é bonito e realmente interessante. A trilha sonora do anime é um ponto fortíssimo, contando com musicas que ficam na cabeça por um longo tempo (principalmente a trilha de abertura, no piano). A historia também é muito boa (como vocês podem ver pela descrição). Mas, a meu ver, o que realmente ganha mais pontos em uma analise geral é a construção dos personagens.

Cada personagem possui um modo de pensar e agir único. E, mesmo isso sendo o básico para um anime, poucos deixam o lado psicológico do personagem tão verossímil. Saber o que o personagem está pensando e logo em seguida o ver realizando uma ação baseado na forma em que este julgou o que está ao seu redor é algo sem igual.

Enfim, Angel Beats é um anime divertido, com historia e personagens cativantes. Um anime que vale a pena ter na sua coleção. Recomendadissimo.

Pronto para sentir a pulsação?

Anúncios

Sobre Wladimir Araújo Neto

Developer, writer, negative atheist, fascinated by coffee and in love with computing. Podcaster at TambaCast and a New Orleans Saints fan. Desenvolvedor, escritor, ateu negativo, fascinado por café e apaixonado por computação. Podcaster no Tambacast e torcedor do New Orleans Saints.

Publicado em 26/01/2011, em Animes e marcado como , , , . Adicione o link aos favoritos. 2 Comentários.

  1. Pra mim o mais interessante foi o fato de que todos os que estavam lá tiveram vidas miseráveis, sem amigos ou algo do tipo, isso foi a emoção do anime pra mim, nunca tinha parado pra pensar numa coisa assim. Me identifiquei com vários personagens… 🙂

  2. é munto legal sera que tem o 3 episódio

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: