Madrugada no PC – Guardados na Memória


Boa Noite. Hoje estou mais disposto a escrever do que estava ontem, então creio que o post sairá um pouco melhor. Não que o de ontem estivesse ruim, mas creio que o fato de eu tê-lo escrito na pressa tenha prejudicado um pouco o resultado final. Logico que é apenas minha opinião, talvez quem o tenha lido não o tenha achado de todo ruim (pelo menos, não recebi nenhuma reclamação até agora. Mas bem, o post de hoje será um pouco melhor… assim espero.

Assim, desde o primeiro Madrugada no PC, eu tenho falado sobre jogos da Nova Geração. Não que isso seja ruim, pelo contrario. Eles são jogos que praticamente todos os gamers estão tendo contato ultimamente, todos jogam (ou, se não jogaram, provavelmente vão jogar). Então isso tem sido algo realmente positivo, pois tenho certeza que falar deles ajuda os posts a serem bem recebidos pelos leitores, e realmente é o que vem acontecendo. Mas ainda assim, sinto-me um tanto culpado por falar apenas destes jogos quando existem tantos outros jogos bons, de gerações anteriores. Então é sobre isso que falarei no post de hoje.

Os jogos mais antigos, para quem teve a oportunidade de jogá-los, são jogos que facilmente são lembrados e quase nunca são esquecidos. Isso deve-se ao fato de que foi nessa época em que os grandes jogos de hoje, os grandes nomes, foram criados ou, no minimo, idealizados. Foi nessa época em que as primeiras raizes para os jogos de hoje começaram a despontar. Responda: Você já jogou Mario Galaxy? Já jogou o novo Castlevania? Pois é, se já os jogou, sabe muito bem que eles tiveram seu inicio em uma geração quase esquecida de video-games (alias, quase esquecida não, pois vive ainda na memoria, e em alguns casos, nas mãos de muitos amantes de jogos).

Os fatores que levam esses jogos a serem assim, marcantes, são bem diferentes dos de hoje. Antigamente, não se tinham tantos recursos tecnológicos para que se fossem feitos jogos com visuais ultra realistas, nem com sons beirando a realidade. Então, para cativar os jogadores, haviam dois fatores que marcavam: Jogabilidade e História.

A jogabilidade era algo completamente fora dos padrões de hoje. Os jogos mais antigos eram conhecidos por ter uma dificuldade elevada. Isso devia-se ao fato de que os jogos deveriam durar o suficiente, alem de que isso aumentava o fator desafio dos jogos, criando assim uma vontade imensa de continuar jogando, continuar melhorando, até conclui-lo… e mesmo depois de concluido, havia sempre vontade de jogar de novo para fechar o jogo de forma melhor que nossos amigos – kkk.

Quanto a história, os jogos apresentavam coisas realmente interessantes, em alguns casos, historias épicas. Era como se pudéssemos realmente estar em contato com akelas situações que estávamos vivenciando.

Enfim, os jogos de antigamente são realmente muito bons… para exemplificar melhor, vou falar um pouco do estilo q melhor define esses jogos. Os Adventures Point-n-Click. Pra quem é daquela época ou já teve contato, não há muita necessidade de falar neles, neh? Mas como eu tenho certeza de que muitos dos que vão ler nem sequer sabem o que vem a ser um Adventure Point-n-Click, explicarei exatamente do que se trata.

Um Adventure dessa vertente nada mais é que um jogo em que controlamos todas as ações do nosso personagem por cliques do mouse. Daí o nome Point-n-click, que quer dizer, exatamente, “aponte-e-clique”. Exemplo de ações: Se você quiser conversar com outro personagem, basta selecionar o comando “falar” na barra inferior e clicar no personagem desejado. Mas isso só em alguns jogos… em suma, os comandos são “case-sensitive”, então para conversar com alguém bastaria clicar na pessoa. Mas no caso de escolher os comandos, abrem-se algumas possibilidades interessantes, como as frases ditas pelos personagens ao mandá-los “falar” com um objeto. Definitivamente, você tem q fazer isso pelo menos uma vez, só para ver o comentário.

Bom, creio que a essa altura vocês já devem saber do que se trata e, no minimo, devo ter despertado pelo menos uma ponta de interesse em vocês acerca dos jogos. Então, caso desejem jogá-los, farei algumas indicações que acho interessantes.

Existem várias empresas que faziam esses adventures, mas as mais conhecidas, as que realmente produziam jogos de peso, são a Lucas Arts (mundialmente conhecida pela série de filmes Star Wars) e a Sierra. Exemplos:

 

Day of the Tentacle (Lucas Arts)

Full Throttle (Lucas Arts)

The Last Express (Brøderbund)

Gabriel Knight (Sierra)

 

Bom, acho que já me alonguei demais nesse post, neh? Pois bem. Espero que ele cumpra seu papel, que é despertar em vocês o interesse por esses jogos mais antigos. Podem não parecer grande coisa… mas a partir do momento em que você passa a realmente se interessar por eles, eles mostram uma profundidade revigorante.

Então, preparados para essa viajem no tempo?

 

 

Anúncios

Sobre Wladimir Araújo Neto

Developer, writer, negative atheist, fascinated by coffee and in love with computing. Podcaster at TambaCast and a New Orleans Saints fan. Desenvolvedor, escritor, ateu negativo, fascinado por café e apaixonado por computação. Podcaster no Tambacast e torcedor do New Orleans Saints.

Publicado em 03/01/2011, em Jogos, Uncategorized. Adicione o link aos favoritos. 2 Comentários.

  1. Gabriel Cerino Rieper

    Cara, muito bom esse jogos antigos, mas lembrei de um que não sei o nome, o jogo é de um carro rosa (eu acho), que fala rsrs e dai você tem que guiar ele pelas estradas, de uma vila, dai você tem que fazer favores para as pessoas (carros) tipo cortar a grama e tals, para ganhar dinheiro e também ganhar itens para liberar estradas que estão bloqueadas por algo! rsrs

    • Eu lembro de ter jogado esse jogo quando era criança, embora eu tbm não me lembre o nome. – Vou dar uma pesquisada e, se encontrar, publico aki sobre ele, ok? – Obrigado pelo comentário e volte sempre

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: