Mergulhando nos Livros – O Despertar de uma Lenda


Olá. Todos acomodados? Então vamos começar.

Se você está atento as novidades entre filmes e livros, ou se, no minimo, você assiste Tv, você deve saber que ultimamente instaurou-se uma verdadeira febre sobre Vampiros (se ñ sabe… em que planeta você estava???). Criaturas da noite, normalmente vistas como seres sanguinários, que buscam acabar com a vida de suas vitimas para sustentar-se e, na maiora das vezes, por prazer proprio, são agora um verdadeiro “icone pop”. Não seria exatamente de se estranhar, visto que há uma verdadeira legião de fãs dessas criaturas da noite… mas as mudanças realizadas na maneira de ver tais seres deixariam (e deixaram) os fãs tradicionais completamente sem rumo.

Vampiros que podem andar sob a luz do Sol? Hibridos de vampiro com humano? Vampiros que desejam viver socialmente? Aceitavel, visto que o universo de historias sobre vampiro é bastante amplo… Mas o que vemos nessa “febre” é algo completamente inusitado. Os vampiros deixaram de ser os seres temidos que conquistaram o respeito de pessoas de várias faixas etárias ao redor do mundo para tornarem-se seres mais mundanos, mais reais. Diferente das feras que sempre tendiam para um lado mais inumano, selvagem, eles agora são seres com sentimentos, seres que, quando procuram suas raizes humanas, podem ser confundidos com qualquer outro mortal (exceto pelo fato de q, em alguns casos, você os reconheceria ao vê-los brilhando por ai). E é incrivel a aceitação desses novos seres.

Mas como tudo tem um outro lado, há sempre aqueles fãs ferrenhos que não aceitam ou, no maximo, preferem o “verdadeiro ser da noite”. Tal fato faz com que esses seres tão amados na literatura e no cinema não morram, graças, principalmente, a escritores focados a manter o sobrenatural do jeito que ele sempre foi, mas dando um toque mais moderno a coisa. Um exemplo disso é o escritor paulistano André Vianco que brindou os fãs de Vampiros com livros que mostram os vampiros de forma classica. Um exemplo disso é o livro que serve de pauta para o post de hoje. Seu nome? Bento.

 

maginem-se acordando em um lugar completamente desconhecido. Você não consegue ver direito, respirar é dificil… mover-se? Impossivel. Nada é familiar a você… e o pior: Você não sabe nem sequer quem você é. Imaginem agora que. em uma noite qualquer, começada normalmente, metade da população mundial adormece misteriosamente… e os que não dormiram descobrem-se tendo que dividir a noite com sanquinários vampiros… É nessa situação que conhecemos o protagonista de Bento. O jovem Lucas é mais uma das pessoas que acorda depois de 50 anos desse um sono forçado… a diferença é que ele, mesmo completamente contra sua vontade, acaba por se tornar um destemido e adorado guerreiro, que guiará a humanidade contra os vampiros e em busca dos Quatro Milagres que libertarão a todos da escuridão.

Esse é basicamente o panoramado livro. Como esperado de um livro sobre vampiros, Bento é carregado de cenas e ação e aventura, alem de cenas de terror que fazem a adrenalina ir a mil. Os personagens do livro são carismáticos, e são descritos pelo autor de forma tão detalhada que você quase consegue vê-los, como se estivesse olhando uma fotografia.

Outro ponto interessante a se citar são as locações. Por se passar completamente no território brasileiro, e por ter grandes cidades como palco de algumas cenas, é bastante comum reconhecer certas passagens. Não é nada dificil você ir jantar em algum lugar e acabar vendo esse lugar ser descrito no livro. Na minha opinião, é uma caracteristica que conta muito a favor do livro, já que faz com que identificar-se com ele seja bastante facil.

Saidno um pouco da ambientação do livro, algo que gostei muito nele e tenho certeza de que muitas pessoas irão gostar também é o ritmo de leitura. Diferente de muitos livros por ai, a leitura não se torna massante. A maneira como as situações são descritas, principalmente as cenas de ação, fazem com que haja cada vez mais uma necessidade de saber o que vem a seguir. Isso faz com que a leitura torne-se imensamente proveitosa (e, se vc ler rapido como eu, extremamanete curta…).

Bom, creio que já me alonguei demais, né? Então é isso. Bento é um livro que todo adorador de historias de vampiros deveria ter em sua coleção, pois é um livro que retrata exatamente o bom e velho ser sanguinário, mas de forma repaginada (e mesmo assim, sem perder o espirito clássico). Recomendo imensamente.

Está pronto para viver, lutar e vencer como um heroi?

Anúncios

Sobre Wladimir Araújo Neto

Developer, writer, negative atheist, fascinated by coffee and in love with computing. Podcaster at TambaCast and a New Orleans Saints fan. Desenvolvedor, escritor, ateu negativo, fascinado por café e apaixonado por computação. Podcaster no Tambacast e torcedor do New Orleans Saints.

Publicado em 01/01/2011, em Livros e marcado como , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: